Joyo Analog Delay JF-33

Joyo-JF33-Analog-Delay

Como prometido no post anterior, agora vamos dar uma olhada nestes pedais que estão aos poucos ficando famosos. São clones de modelos clássicos com um preço muito baixo e qualidade muito alta. Rodando no site DX.com acabei achando  e como estava precisando de um delayzinho modesto resolvi arriscar os 36,60 dólares e ver no que dava. Quando chegou já gostei de cara da caixinha:

DSC00305_zps5b99f4a6

Acompanha um pequeno manual e um plástico que protege o pedal. O visual dele é muito estilo MXR com caixa em alumínio fundido e pintura simples com ótimo acabamento.

DSC00289_zpse00fef61A parte de baixo também não fez feio e tem até borracha para não sambar no chão:

DSC00292_zps9a208480

A minha maior surpresa foi mesmo ao abrir o pedal. Lembra muito o tremolo da Electro Harmonix que mostrei aqui no blog.

DSC00306_zps8ff0bb03

Muito bem acabado, sem fios, placa em fibra com todos os furos metalizados, potenciômetros de alto padrão, assim como jacks embutidos e porcas cromadas arredondadas.

DSC00314_zps2825426d

Melhor que muito pedal de “alto padrão” que anda por aí. De construção a única coisa que achei mais fraca foi o 3pdt que é ligeiramente menor que os tradicionais e me pareceu mais frágil. No mais usaram só coisa boa para fazer o aparelho. Achei muito boa a ideia de utilizar potenciômetros com o veio tipo “meia lua” pois na hora de colocar os knobs já fica tudo no lugar e não precisa ficar mirando para deixar bonito. Outra coisa que gostei e vi só em pedais da Marshall foi o encaixe da bateria de plástico. Normalmente utiliza-se aquele com um tecido plástico que com o tempo rasga e é preciso trocar.

DSC00310_zpsc781e97c

Quem leu com calma o post sobre o Fab Echo vai lembrar que eu critiquei o pedal por utilizar um CI 2399 e não aproveitar toda a sua capacidade aparentemente por motivos de interesse da marca. Pois bem. Este pedal utiliza o mesmo integrado mas pelo contrário explora todas as suas capacidades técnicas:

DSC00315_zps94db37d4

Muitos desses novos delays no mercado estão saindo com essa estrutura para simplificar as coisas. O pedal é todo feito em SMD e possui apenas alguns capacitores eletrolíticos na placa. Normalmente os delays são assim, ainda mais um delay desses em uma caixinha tão pequena.

Quem olha o pedal pela primeira vez lembra muito de um Tube Screamer. Realmente cor de Delay não tem. Quem me conhece sabe que não gosto de leds vermelhos simples nos pedais. Tudo bem que é uma regra universal a luz vermelha no modo “on”, mas eu não gosto e ponto final. Podia ao menos ser um led de alto brilho como em outros produtos da marca, mas nem isso. Mal se consegue ver o aparelho ligado. Nada que uma substituição por um lindo led verde brilhante não resolva:

DSC00323_zpscc619f30

Detalhe: Apanhei para trocar o led. Furos metalizados são ótimos, mas é preciso o dobro de cuidado e paciência para soldar.

E o som?

Sou suspeito para falar, mas achei um dos melhores pedais de Delay que já utilizei. Não é um pedal carregado em recursos mas atende a maioria dos casos. Girando o potenciômetro do meio para o máximo você consegue repetições infinitas e muitos efeitos psicodélicos. Para quem gosta de delay e quer algo muito versátil, barato e de excelente qualidade, eu indico sem pensar. A marca tem ainda outros delays e variados efeitos que com calma ainda vou experimentar. Hoje em dia é impossível competir com a China, desisto! Se alguém achar algum aparelho com esta qualidade e com um preço assim por favor indique pois terei o maior prazer em colocar no blog.

Sample:

Anúncios

Deal Extreme

logo

Olá amigos. No outro post falei vagamente de um dos sites onde gosto de comprar coisas de eletrônica. Este site é o Deal Extreme. Um site que tem todo tipo de coisa que você pode imaginar para casa, eletrônica e por aí vai. Tem muitos componentes e todos de ótima qualidade. Não tem ainda uma grande variedade em eletrônica, mas o que tem é muito bom. Foi aí que comprei as plaquinhas das fontes que mostrei para vocês. Tudo comprado no site é enviado lá da China e o envio deles é grátis. Só vou dar a dica para pegar leve com as encomendas pois podem parar aqui se você comprar coisas demais. Eu sempre mando vir uma coisa aqui, outra ali, para não abusar. Além de pecinhas o site tem coisas bacanas para guitarra como cordas e strap locks. Um dia dando uma voltinha por lá encontrei pedais super baratos de uma tal de “Joyo” e resolvi experimentar. Me fazia falta um Delayzinho e não queria pagar mais de uns 200 reais, e é difícil encontrar algo bom nesse preço por aqui. No que será que deu essa aposta?

O resultado você confere no próximo post!

Até lá! Capa para Amp

Fontes 9v

Um dos posts mais movimentados do blog foi um em que falei sobre uma fonte simples para pedais que eu montei. De longe foi o assunto em que fui mais procurado. O post era bem resumido e mostrava por alto como ter uma fonte dessas. Agora resolvi alargar o assunto e ir um pouco mais longe na conversa.

Primeira coisa de todas. Vou falar de fontes, não de caixas plásticas “multi voltagem”  que infestam as lojas do Brasil. Fuja deste tipo de transformador!

12850219771_zps6ed8f192

Não são nem nunca serão equipamentos profissionais. Podem danificar todo e qualquer aparelho que você utilize com eles. São transformadores com secundários com várias tensões comutáveis e passam por uma retificação bem porca e um capacitorzinho de nada de filtro. Os transformadores aquecem, vibram, não são estáveis, e normalmente na saída a tensão está muito acima da indicada. Não possuem nenhum tipo de regulagem. A proposta de ter um equipamento que “faz tudo” e tem “multi plugs” é tentadora, mas um risco enorme para os seus eletrônicos e também para a sua segurança.

Agora vamos falar de fontes. Para pedais, existem 3 reguladores de tensão muito utilizados: 7809, LM317 e os da “família” LMXXXX”. E qual é a diferença entre eles?

O regulador 7809 é o mais simples que existe e é muito utilizado em fontes mais baratas e embutidas com transformador e tudo em uma caixa plástica. Por ser um regulador fixo e completo não necessita de muitos componentes para funcionar. Basta dois capacitores e o circuito está completo. A fonte só precisa fornecer no mínimo 2v acima da tensão de trabalho. No caso do 7809 o ideal são 12v e ele regula fixo em 9v. É o regulador mais simples e frágil utilizado em fontes. Suporta uma carga máxima de 1A, mas com metade disso já aquece bastante e necessita de um bom dissipador de calor. A desvantagem é que por ser um regulador fixo você não pode fazer um ajuste fino da tensão de saída. Normalmente ela sempre varia entre 8.80v e 9.10v. Nada preocupante, mas são raros os que ficam ali no 9v redondinho. Muito indicado para quem tem poucos pedais e está montando a primeira fonte.

O regulador LM317 é o rei das fontes na minha humilde opinião. Quase todas as suas características são superiores ao 7809. Preferencialmente deve ser alimentado com 3v acima da tensão de trabalho. A grande vantagem é que não te prende na tensão e você pode montar vários tipos de fontes com ele (9v, 12v, 18v….etc). Este precisa de mais componentes para trabalhar, mas ainda assim são muito poucos. No outro vão dois, para este vão uns 5. Você pode ainda montar com um trimpot multivoltas e ajustar os 9v no ponteirinho do multímetro que ele fica cravado e não oscila. É um regulador muito estável, não aquece muito e é ideal em montagens de fontes lineares profissionais.

O regulador “da família LMXXXX” é um componente já com outro esquema. Falo da família pois existe uma série grande destes com características muito parecidas em que a grande maioria podem ser utilizados para circuitos de audio. A diferença para os outros dois é que são projetados para trabalhar com fontes chaveadas. Já precisam de mais componentes e contam com a necessidade de um indutor para ajudar na filtragem final:

esquema_zps40a30efe

Esse tipo de circuito é muito utilizado nas fontes mais profissionais com saídas para muitos pedais:

fonte fire

O bom disso tudo  é que você pode acoplá-lo em fontes chaveadas que além de muito leves, normalmente funcionam em qualquer tensão de rede. É como um carregador de celular que você pluga e carrega em qualquer lugar do mundo. Muito se discute sobre o uso de fontes chaveadas no audio, mas o fato é que para pedais esse sistema funciona direitinho. Para quem tem muitos pedais e não quer esquentar a cabeça é a melhor solução. A única desvantagem que vejo nesse tipo de circuito são os componentes SMD e o indutor que são difíceis de encontrar nas lojas e também trabalhoso para trocá-los se necessário:

editar fonte

Já que falei sobre tudo isso vou falar também sobre como podemos ter fontes boas e baratas sem pagar o absurdo que pedem por uma fonte “bacana” por aí. Sempre me perguntam como proceder na construção de uma fonte e eu sou enfático em responder:

Simplifique! Não precisa sair por aí comprando placa, desenhando, corroendo cobre. Se é só uma fonte que você precisa não vá complicar. Existem ótimas placas em fibra de vidro ou epoxy com trilhas já protegidas que servem perfeitamente para praticamente qualquer montagem de fonte. Vale lembrar que também são baratas e com certeza vai sobrar muita placa para fazer outras fontes se você desejar.

trilhas

Você só não pode utilizá-las em caso de fontes com alta tensão ou corrente, que não é o caso. Se você mesmo assim não se sente confiante para montar ou quer algo com um acabamento esplendidamente profissional também não tem problema. Recentemente achei na internet alguns kits de placas prontas com os componentes e tudo. Tudo da mais alta qualidade e acabamento de primeira. No caso um dos kits que encontrei e encomendei usa o LM317 e é só plugar, ajustar fino a tensão de trabalho e por em uma caixa. Melhor que isso é impossível:

DSC00328_zps99fbe501

A placa depois de tirar a foto troquei os diodos por uns maiores que aguentam mais que 1A (achei muito curto), e também adicionei pasta térmica entre o regulador e o dissipador que não vinha de fábrica. O negócio é tão simples que não precisa nem de soldas para fazer funcionar. É só colocar os fios nos bornes e girar os parafusos. Pronto, você tem uma fonte sensacional sem trabalho algum!

Você precisa comprar um transformador com secundário 12v 1A e é só ser feliz. Questão de preço. Vale a pena? Se for comprar, compre na China que fica muito barato. Em média 6 dólares já com envio, o que dá aproximadamente 14 reais. Eu acho que vale MUITO a pena. Só o que você vai gastar comprando placa e componentes para fazer uma do zero… Eu mandei vir três e vieram todas em perfeito estado em um pequeno envelope. Tenho aqui fontes para várias gerações agora.

Para quem procura um projeto mais arrojado também existe solução barata. Você pode comprar um transformador 12v 1A daqueles de plástico com uma fonte chaveada dentro e ligar em um circuito como este aqui:

DSC00342_zpsf93624ad

Comprei um para fazer o teste e achei uma maravilha. Realmente se comporta muito bem com fontes chaveadas e segue aquilo lá que eu falei da família LMXXXX. Este modelo é mais completo e conta com um voltímetro que mostra a tensão de entrada e saída. Existe outro modelo igual e mais barato só que sem o visor. Nesse não precisa nem de um multímetro para ajustar os 9v. É só girar o trimpot e olhar na telinha que a coisa fica porreta. Além disso, o legal é utilizar com qualquer fonte chaveada que são pequenas e funcionam em qualquer tomada. Tem um custo praticamente igual ao do outro circuito que mostrei acima.

Onde você comprou essas belezinhas? No futuro falarei com mais carinho sobre este site, mas hoje vou só colocar o link AQUI para que vocês encontrem essas plaquinhas para comprar.

Espero ter ajudado quem precisa de uma fonte bem legal e não está disposto a gastar fortunas com isso.

Um abraço!

Entwistle Pickups

entlogo

Faz tempo que estou para compartilhar com vocês estes captadores. Descobri por indicação do meu amigo Moisés que inclusive me disponibilizou um set de singles da marca. Não quero criar grandes conflitos em relação ao tema, mas temos de ser justos:

Existe muita conversa sobre captadores e as empresas exploram aspectos técnicos como impedância e indutância como a principal arma de combate. A verdade é que se for ver bem, os captadores são das peças mais primitivas e básicas que existem para guitarras. Concordo que o custo de desenvolvimento e pesquisas seja expressivo, mas não concordo com o preço que algumas marcas praticam como se fosse uma peça de ouro.

Trocando em miúdos. Não vejo motivos para não experimentar algo novo e barato. Estes captadores são desenvolvidos por um senhor Inglês e produzidos na China seguindo bons padrões de qualidade. Foram dos primeiros captadores a utilizar imãs de neodimio. Não testei nenhum com esta novidade, mas pelo que soube falam muito bem. Os que testei foi da série AS62/AS57 alnico em que as características lembram muito os captadores Texas da Fender. Como o preço é muito convidadivo, £14.99 por captador, resolvi comprar um set e colocar em uma guitarra Fender para ver o resultado. Toda a conversa do início do post serve para justificar a surpresa que tive com o som. Já toquei em muitos captadores de marca que não tinham o som que consegui com eles. Som puro, cristalino, sem ruídos e com graves poderosos.

DSC00254   Muito bem produzidos, os captadores recebem uma capa com serigrafia da marca mas podem ser facilmente trocadas por outras sem nada ou de outras cores como em qualquer captador. Os polos dos captadores recebem um acabamento arredondado como os de algumas marcas famosas.

DSC00258Como falei antes, não tem muito mistério na construção. Seguem o padrão de sempre. Fio enrolado e depois leva um bom banho de cera. Achei muito bacana os fios que utilizaram. Os captadores antigos vinham com o fio coberto por uma malha de tecido. Estes usam fios normais encapados com plástico mas recebem uma malha de nylon imitando os tecidos antigos. Muito legal esse cuidado estético que tiveram na produção.

DSC00259Na parte traseira vem uma etiqueta com o modelo e posição do captador na guitarra. Todos os produtos cumprem as normas RoHS. Os fios encontram o fio de cobre em uma chapinha de latão cravada no plástico e ficam envolvidos em uma gota de solda, como nos captadores antigos.

DSC00255Para finalizar vale dizer que o terra vem representado por fios pretos e cada captador tem a sua própria cor de fio para evitar confusões na hora de ligar tudo.

Conclusão:

Captadores com uma qualidade ótima para o que custam e que batem de frente com muitas marcas gigantes. Não vi nenhum contra neles. Não testei nenhum outro modelo, mas se seguir esta linha de qualidade com certeza são excelentes.

Sample: