EPic Boost

EpboostNa viagem que fiz esse ano para Miami levei na lista o nome deste pedal para testar pois havia lido e ouvido boas coisas sobre este pequenote. Testei e gostei. O pedal tem duas coisas muito bacanas. Como todo boost dá um ganho bom para a guitarra, e ele além de não modificar a tonalidade do instrumento traz um corpo incrível ao som. A segunda coisa boa é que o potenciômetro não zera o som. Mesmo no mínimo o pedal quando ligado já entrega um pouco mais de ganho e isso é audível. Muitos pedais de boost zeram o volume, e com isso perde-se quase metade do curso do knob até chegar em um ganho superior ao do instrumento em bypass. Por esse motivo muitos guitarristas utilizam dois, um como buffer com o knob no mínimo no início da cadeia de pedais e outro no final como boost geral. Quando fui testar já sabia que havia a possibilidade de montar um similar, então decidi poupar os 120 dólares que pediam por um e no futuro ter o meu personalizado. O primeiro passo foi analisar o esquema para fazer a lista de peças e começar a procurar no mercado.

ep

Em buscas pela internet vi que apesar de pequeno e simples, haviam dois componentes mais chatos de encontrar. O transístor 2N5457 e o potenciômetro 10kc. O transístor comprei pelo Ebay, e o potenciômetro estava confiante que conseguiria fazer uma gambiarra dessas aqui. Tentei de tudo e não deu. Sem crise, utilizei um 10k Log normal só que com a ligação invertida. O desempenho ficou idêntico ao original, com a mesma resposta, só que funcionando ao contrário. Queria montar algo definitivo para instalar no pedalboard e comecei a ver na internet se alguma loja tinha um projeto do gênero com venda de PCB. Achei esta loja que fica na Inglaterra, que além desse projeto possui vários outros de overdrives e fuzzes. A placa desenvolvida por eles recebeu o nome de Epic Boost e ao contrário do pedal original, não cabe em caixas pequenas como a Hammond 1550A. Para mim não foi um problema já que queria colocar umas coisas a mais no projeto e ia precisar de uma caixa maior de qualquer maneira. O pedal original possui dois microswitches internos onde você pode modificar o brilho e grave. As mudanças são muito sutis, e por isso e pela questão de espaço foi colocada internamente esta opção de chaveamento. No projeto da Uk Pedal Parts a placa recebe dois Toggles Switches que além de possibilitarem esse ajuste no painel, ficam responsáveis pela fixação da placa na caixa. Também é possível colocar na placa os microswitches originais de forma interna, mas cria uma dificuldade na fixação da placa na caixa. Para mim quanto mais opções com fácil acesso por parte do utilizador, melhor.

pcb

Fiz questão de construir utilizando resistores de filme metálico. Em muitos testes que fiz e pedais que construí, notei a diferença ao utilizá-los. Além de silenciosos não sofrem variações com a temperatura. O famoso “sss” em altos volumes com esse tipo de resistor é quase imperceptível. Por ser um pedal com características limpas, escolhi as opções mais silenciosas.

2015-06-23 16.03.16

A placa tem padrão de qualidade industrial, em fibra de vidro dupla face, furos metalizados e trilhas envernizadas.

2015-08-17 14.14.37

A cara do bicho:

2015-08-17 14.32.27

Fiquei muito satisfeito com o resultado final, e o som aos meus ouvidos está idêntico ao original que toquei na loja. Já utilizei o pedal em gravações e shows. Assim ele ganhou um lugar no meu pedalboard. Um detalhe interessante é que alguns pedais que trabalham com ganho podem ter uma sensibilidade maior ao acionamento do led e isso acabar gerando um “pop” no chaveamento. Foi o que aconteceu, mas com esse artigo aqui resolvi em questão de minutos adicionando apenas dois componentes. Depois dessa correção passou de “barulhento” para o pedal com o chaveamento mais silencioso que tenho, por isso recomendo fazer esse esquema em todos os pedais de forma preventiva. No próximo post vou explicar o que é aquela plaquinha no canto “pendurada” dentro do pedal.

Um abraço!

 

 

Anúncios

Mad Professor – Sweet Honey Overdrive

over

Olá amigos. Sempre que posso trago um overdrive diferente aqui no blog. E como amo overdrives. Depois que descobri o pedal deste post, o mesmo ficou fixo no meu set. Trata-se de um pedal de baixo/médio ganho. Eu diria que é um tubescreamer mais limpo e com mais médios, ainda que o circuito não lembre em nada um tubescreamer. Além de um overdrive super macio, o pedal tem uma resposta dinâmica incrível ao toque. É perfeito para solos. Não possui um ganho muito alto, por isso em alguns estilos é preciso algo com mais poder de fogo. Não é propriamente barato. Entra para a lista de pedais de boutique e recebe componentes de alta qualidade. Além de um som muito bem conseguido, os knobs possuem resposta perfeita em suas respectivas funções.

Costumo dizer que hoje em dia para todo produto caro existe o seu genérico no mercado, e como este pedal é um sucesso não demorou para surgir o seu semelhante:

sweet

A chinesa Joyo lançou o seu exemplar. A principal diferença técnica entre os dois é que o modelo chinês é construído com micro-componentes (SMD) e o original com componentes normais.

No caso do Mad Professor, abri e registrei a qualidade de componentes e construção que o pedal tem:

2015-05-16 12.46.59

A marca usa material de primeira como placa em fibra de vidro com furos metalizados e resistores de filme metálico. Embora o esquema circule livremente na internet com os seus segredos desvendados, a marca insiste em manter “escondido” o modelo do circuito integrado com uma camada de resina epoxy. Nos primeiros exemplares a resina cobria toda a placa.

No passado mês de junho tive a oportunidade de ir na casa do meu companheiro de guitarradas Rafael Casagrande e comparar o Mad Professor com o Joyo.

A diferença que sentimos foi um nadinha a mais de brilho no modelo da Joyo. Mas a consistência, dinâmica, resposta sonora e de controles é a mesma nos dois modelos. Quem não pode dar 170 dólares no modelo original, pode encontrar com facilidade o Joyo por 30 dólares aproximadamente. No geral estes pedais chineses como os da Joyo e da Caline andam dando um banho de qualidade, tanto na construção como na sonoridade.

Para não faltar, segue uma amostra de um pequeno solo gravado com este simpático pedal. No exemplo usei com o ganho quase no máximo em uma stratocaster.