Electro Harmonix – Pulsar Tremolo

DSC00225Olá amigos. Mais um pedalzinho para a coleção do site. O pedal de hoje é uma moderna edição do clássico pulsar tremolo da electro harmonix. O pedal conta com muitas novidades e é hoje um dos pedais mais completos de tremolo disponíveis entre as grandes marcas do mercado. Seria injusto tentar levantar aqui os reais motivos que levaram a marca a mudar tão radicalmente de uma versão para a outra. Eu encontrei três grandes motivos:

Entregar ao mercado um pedal muito completo e com grande sonoridade;

Dificultar cópias;

Ter um diferencial enorme em relação ao modelo antigo facilmente clonável;

Você não precisa de muitos clicks para encontrar o esquema com layout e tudo do primeiro modelo. O pedal utilizava um sistema simples de oscilação com transístores e mais alguns componentes. O pedal original soa belo e com ótima consistência.

Mas e o novo o que tanto traz de bom?

Começamos pela placa que já dá uma noção da complexidade do novo circuito:

DSC00231

É muito estranho um efeito relativamente simples ter um circuito tão grande. A questão é que a engenharia deste pedal é outra. Não utiliza o mesmo sistema do antigo, e sim um poderoso oscilador interno que contempla vários circuitos integrados. As grandes diferenças que encontrei são as seguintes:

Velocidade de oscilação muito maior;

Opção de ligação stereo (bacaníssima por sinal);

Led pulsante;

Talvez a última característica justifique o circuito ser tão grande. O pedal é um barato. O led de acionamento pulsa na mesma intensidade e velocidade do som. Além de ficar muito bonito, você de longe consegue saber como está o tremolo por exemplo antes de entrar tocando. Em silêncio ele continua pulsando. Poderiam colocar um led separado de bypass. Seria bom ele pulsar mesmo com o pedal em bypass. Sou contra led vermelho simples nos pedais. Não me perguntem o motivo. Acho feio, coisa antiga. Me lembra televisão antiga. Com todas as cores e intensidades que temos hoje os caras sempre colocam aquele vermelho sem graça. Seria a primeira coisa a mudar no pedal se fosse ter um.

Como podem ver na foto o pedal é bem construído. Um dos mais bem feitos que eu já vi. Placa dupla face de fibra de vidro toda envernizada. Componentes 100% SMD. Os jacks são muito bons, soldados diretamente na placa e recebem um acabamento muito bacana arredondado. A rosca é maciça e o tubo do jack fica para dentro da caixa como podem ver nas fotos.

DSC00235DSC00227

É um pedal sem fio nenhum sobrando no interior. O bypass leva uma chave 3pdt da marca que é de grande qualidade. Só achei o sistema de ligação na placa não tão bem pensado. Usaram um flat cable. Estes cabos arrebentam as soldas com muita facilidade ou então como a fita dobra eles partem por dentro e começam a dar mal contato. Acho muito difícil isso acontecer num pedal e em uma ligação tão curta, mas não custava usar uns bons fios e deixar o negócio extremamente robusto.

O aparelho é incrível. Grande som, grande acabamento. Mas teve uma coisa que não gostei nadinha. O pedal é quase impossível de desmontar. Para retirar a placa da caixa é necessário dessoldar todos os potenciômetros, o que não é tarefa fácil visto que a placa é de dupla face e possui furos metalizados. As chances de arrebentar tudo com o calor são enormes. Para piorar tudo o pedal utiliza no controle de DEPTH um potenciômetro especial duplo com 6 terminais. É muito difícil achar um desses se estragar. Se você precisar desmontar o pedal para reparar outra coisa como uma chave ou um led, pode acabar estragando um componente como esse de difícil aquisição. O fato do pedal ser todo feito em SMD derruba por terra as chances de reparos fáceis. Só com equipamento apropriado. E também não é qualquer loja de eletrônica que vai ter estes componentes. Mas é coisa boa, não creio que estrague assim por nada. Como não consegui desmontar totalmente e o pedal não era meu, dei uma espiadinha por baixo da placa com um espelho para saber o que tem na outra face:

DSC00238Nada de mais. Apenas algumas poucas trilhas que levam o sinal aos jacks e etc. Nenhum componente. A mágica do circuito acontece em uma só face da placa mesmo.

Conclusão:

Eu comprava fácil. Falei pouco sobre a função stéreo, mas de longe foi a que mais me agradou. Não é todo mundo que pode em um palco montar dois amps, mas com certeza vale o esforço utilizar numa bela gravação pois o resultado é lindo demais. Lembra até um pouco uma Caixa Leslie. O som é cristalino, não modifica a nitidez nem o volume comparado com o instrumento em bypass. Em relação ao modelo antigo notava-se uma redução mínima no volume e o som ligeiramente mais abafado, mas ainda assim era um baita tremolo. Para o preço que custa vale muito o investimento, cerca de 80 Dólares. Para quem leva esse efeito a sério, esse é o pedal.

Para não ficar devendo, segue um som:

Anúncios

O seu comentário aqui

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s