Fonte 9v para Pedais

Fala turma. Agora trago uma fonte de montagem simples para alimentar com facilidade praticamente todos os pedais. A fonte possui uma capacidade de 1A, mas pode ser construída para oferecer até 1,5A mas não recomendo pois leva o regulador ao limite e não é muito bom. Tendo em conta que cada pedal não consome mais do que 30mA a 70mA, podemos alimentar uns 20 pedais tranquilamente com esta fonte. Montei seguindo este esquema AQUI. Utilizei um transformador com dois primários, 127v e 220v. O secundário é de 12v 1A. A montagem não tem mistério. Comprei uma placa “protoboard” com trilhas de cobre e soldei direto nela. Fiz um reforço nas trilhas com solda por onde passa mais corrente. A caixa é um pouco grande e metálica, mas assim o circuito fica bem acomodado. Vale uma atenção aqui. Eu montei no padrão normal com aterramento na carcaça e com a saída da fonte no padrão tradicional. Inverti os fios na hora de soldar o jack que encaixa nela, para ter a alimentação padrão para pedais que é negativo no centro e positivo na parte de fora do jack. É bom cuidar com esta parte para não ter problemas depois. Fiz questão de aterrar a caixa pois já usei fontes com caixas de plástico ou metálicas sem aterramento e  gerava ronco quando aproximava de alguns pedais, principalmente dos wah-wah. Coloquei um led azul bem forte que marca bem quando ela está ligada. No palco é legal que você pode apontar para os pedais e sabe qual é qual de longe. Ficou bonita e super silenciosa. Ruído zero. Com a vantagem de ser bivolt. Recomendo colocar um fusível para proteger a danada. Como vocês já perceberam, tenho alguns conhecimentos de eletrônica e gosto de montar algumas coisas. Não tenho nenhum fim lucrativo nem tampouco pouco deixo de comprar equipamentos de “marcas” ou de outros construtores. Acredito no trabalho das empresas e também dos “handmakers” que se dedicam e criam ótimos produtos. Gosto de montar, mas se curtir o produto compro e saio satisfeito.
Agora as fotos. É só clicar para ampliar:

Anúncios

15 comentários sobre “Fonte 9v para Pedais

  1. Muito legal cara!! Poderia postar um passo a passo, ou u, layout?? Adoro mexer com eletrônica apesar de saber pouco…eu tava afim de pegar uma super fonte tipo BBE supa charger ou Voodoo lab, mas como vinha usando uma Hayama de 1A aqui já há uns 8 anos e nunca tive problemas até ligar em 220 sem mudar a chave, aí penso em fazer uma tipo essa sua ou tentar até consertar a Hayama se possível. Grande abraço!!

  2. Olá amigo. A fonte montei com uma daquelas protoboards de soldar. Tipo essa: http://www.eccel.com.br/eletronica/catalog/images/eccel/p410l.jpg
    É moleza pois já vem furada, com trilhas bem feitas e você nem precisa passar alguma coisa depois para o cobre não ficar escuro. Já vem tratada de fábrica. Você corta para ficar do tamanho ideal para o seu projeto. O esquema da fonte você encontra no pisotones.com.
    Se a sua fonte queimou o transformador mais vale fazer outra mesmo. Mas se só os componentes foram danificados vale a pena trocar tudo. Regulador, capacitor e ponte retificadora. Tudo não vai dar mais de 5 reais e você fica com ela 100% como antes.
    Obrigado por participar no blog. Qualquer coisa é só escrever!
    Um abraço

    Francisco

  3. Ah sim sim conheço esse tipo de placa para montagem e acho até + legal…se aproxima dos circuitos ponto a ponto da antiga…minha fonte aqui na real não tem ponte retificadora, mas sim um monte de diodos e pelo q me parece, apenas o capacitor explodiu, pois não sinto cheiro de queimado no trafo. Essa minha aqui não possui chave on/off e tb não possui um fusível, que acho q seriam bons upgrades, e tb uma caixa metálica para aterrar como tu citou q fez na tua e achei ótima idéia!!! Parabéns!! Onde eu conecto um fusível para esse circuito e qual é um ideal para essa fonte?(estabilizada, 9V, 1A)Muitíssimo obrigado pela ajuda!!!

    Grande abraço!!

    Marco

  4. Fala Marco! Então. Vale a pena arrumar ela para ensaiar e tocar em casa. Para algo mais sério é bom você ter uma em que saiba o real estado dos componentes. Migrar para uma caixa metálica também é uma boa opção! Em relação ao fusível você coloca ele ligado em série com um dos fios do primário do transformador, ou seja, um dos fios que vai para a tomada. Como o seu trafo tem 9v 1A ele possui aprox 16VA de potência e o fusível ideal para usar em 127v é de 150mA e 100mA em 220v. Lembre-se de usar fusível de fusão lenta (T) para evitar que ele queime só com o pico de corrente que pode dar ao ligar a fonte com os dispositivos todos ligados nela.

    Um abraço

    Francisco

  5. Valeu as dicas Francisco!! Vou ver o que consigo fazer, medir os componentes, ver se arrumo uma caixa metálica, o fusível indicado e uma chave on/off. No mais acredito que mesmo clonando essa minha fonte aqui, vale a pena pq usei ela por um longo tempo mesmo em casa ou nos palcos e nunca deu problema até eu ligar em 220 sem mudar a chave. Só não entendi mesmo o esquema do fusível pois por ex. aqui a tensão é 220V mas se eu for tocar em uma cidade que é 127V então o fusível para 220 ali no circuito será inútil?? Desculpe a ignorância.

    Valeu mesmo!!!

    Marco

  6. Estamos aí para isso! Então… Como você vai fazer uma montagem em uma caixa, pode fazer dois furos. Um para cada porta fusível. Daí você liga o porta fusíveis de 220v no tap do transformador que vai para a chavinha que seleciona os 220v. Assim quando você muda a chave, a fonte já está operando automaticamente com o fusível indicado para proteger em 220v. Na minha não fiz isso mas também eu nunca saio dos 127v. O dia que sair já sei que tenho que trocar. ehehe
    Então… Em 127v a corrente é maior. Se você usar um fusível de 127v em 220v ele não vai proteger a fonte se ela entrar em curto. Vai estragar a fonte. E se você utilizar o fusível 220v em 127v é bem provável que ao ligar a fonte ele queime pois possui uma tolerância de corrente bem menor, e como falei, em 127v a corrente é maior!
    Qualquer coisa estamos aí

    Abraço!

    Francisco

  7. Eletrônica é realmente muito interessante…sempre surgem dúvidas 🙂 fica agora a pergunta a respeito por ex. das fontes de pc. Tenho uma antiga aqui q apenas estourou o fusível e é daquelas q tem a chave pra mudar 127/220V. Aí vai a pergunta, pq nessa fonte foi usado apenas um fusível para as 2 tensões?? Será que tem alguma forma de instalação no circuito para apenas um fusível operar nas 2 tensões??

    Muito obrigado Francisco!!! O que era pra ser um comentário virou fórum kkkkk

    Marco

  8. Sem problemas. O legal de ficar nos comentários é que resolve as dúvidas de outras pessoas também!
    As fontes de computador são chaveadas e possuem outra tecnologia de conversão e estabilização de tensão. Por isso são muito mais leves. Usam um só fusível com valor fixo pois ele normalmente é colocado após a parte de controle das tensões como uma proteção adicional. A função dele não é proteger o transformador, uma vez que as fontes chaveadas não usam transformadores isoladores como as fontes lineares. Ele protege o circuito e demais dispositivos ligados a ele. A corrente que eventualmente passa por ele é igual em qualquer tensão de rede. Infelizente não é possível nas nossas fontes simples de pedais criar algo assim. O que se pode fazer é adicionar um circuito que detecta automaticamente a tensão da rede e chaveia tanto o tap do transformador como o fusível. O problema é que um circuito assim agrega componentes e ocupa espaço. A fonte acaba ficando enorme e dificulta o transporte e também o encaixe em um pedalboard.
    Um abraço!

  9. Ah legal mesmo, pode crer Francisco!! Verdade, a fonte é leve e tem lá dentro tipo uns choques, transformadores bem pequenos…por outro lado então é melhor proteger a tensão 127V se for colocar um fuse pois assim a cahvinha estando setada para 127 e se ligar em 220 vai torrar o fuse, e se for de forma contraria nem vai queimar nada(estando o fuse ligado para operar na rede 127 na chavinha se possivel) pois vai apenas ficar fraco e mal acender os leds né?
    Onde é o “tap” do transformador?

    Depois dessa, paro de te encher o saco hehehhe

    Valeu!!!

  10. Tranquilo! ehehehe
    Exatamente. Se ligar em 127v não vai ter muito problema, a fonte não vai funcionar direito como você mesmo disse. O tap que eu falo faz parte dos fios do primário do transformador. Existem 3 fios nos trafos bivolt. Um comum, um 127v e um 220v. O comum você pode colocar direto para a tomada. Daí cada um dos outros passa antes pelo fusível antes de ir para a chavinha de seleção de tensão.
    Moleza, né?

    Abraço 🙂

  11. Muito legal cara, fiquei bem feliz com as tuas dicas e tb pq ontem de noite apenas troquei o capacitor eletrolítico 2200mf que tava estourado e a fonte funcionou tranquilo novamente…aí medi certinho a saída 9V e tava ali batendo em 8,9V beleza. No trafo aqui dela, tem 4 fios no primário, um vermelho, um azul, um amarelo e um preto, indo o preto e o vermelho para a tomada e para o 127V na chavinha, e o azul e o amarelo direto na chavinha para o 220V.

    É isso aí!! Agora já tá tudo + claro, mas quero mesmo fazer uma outra partindo do 0 como tu fizeste.

    Valeu again!!!

    • Sei que já faz tempo a data desse post, mas acredito que a dica ainda tem certa valia.
      Para ajustar a tensão de saída dos reguladores 78XX, como o 7809 em questão. No pino 2 do 7809, que é o pino que é ligado ao terra, ou gnd, dá na mesma pois essa notação é regional entre europa e estados unidos, o pino 2 que é ligado no gnd pode ser colocado entre ele um resistor de 22 ohm ou maior. Quanto maior for o valor desse resistor, maior será a tensão regulada na saída. Caso queira fazer um ajuste fino, liguem um trimpot multivoltas de 1k ohm. Esses trimpots são aqueles azuis em formato retangular com um parafuso de latão de cor amarelada na parte superior.

      • Muito boa a dica. Encontrei uma variação relevante em todos os 7809 que testei. Entre 8,80v e 9,20 em alguns casos. O ajuste fino é o ideal!
        Obrigado 🙂

  12. Opa! Muito obrigado por postar e ter ajudado muita gente. Foi vc Francisco que postou né? Me remeteu ao ano de 1994 quando fiz um breve curso de eletrônica. Hehehe pretendia sr técnico mas não deu. era tudo muito caro, meus pais não tinham uma boa condição financeira na época além da evolução digital propriamente dita na época e por esse motivo abandonei… Mas me acendeu a vontade de mexer e como preciso e já fazia minhas GAMBIARRAS mesmo foi um bom empurrãozinho . Hehehe Vou postar umas fotos de como e em que montei pois as caixinhas patola são muito caras aqui chegando a mais e vinte reais que é o valor atual. Como faço pra postar as fotos?

O seu comentário aqui

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s